Já é 2017, então Feliz Ano Novo para todos vocês!

No finalzinho do ano passado, fui com a namorada noiva assistir Rogue One: Uma História Star Wars no Vip da Cinépolis. Confira o que achei!

Trailer

Sinopse

Ainda criança, Jyn Erso (Felicity Jones) foi afastada de seu pai, Galen (Mads Mikkelsen), devido à exigência do diretor Krennic (Ben Mendelsohn) que ele trabalhasse na construção da arma mais poderosa do Império, a Estrela da Morte. Criada por Saw Gerrera (Forest Whitaker), ela teve que aprender a sobreviver por conta própria ao completar 16 anos. Já adulta, Jyn é resgatada da prisão pela Aliança Rebelde, que deseja ter acesso a uma mensagem enviada por seu pai a Gerrera. Com a promessa de liberdade ao término da missão, ela aceita trabalhar ao lado do capitão Cassian Andor (Diego Luna) e do robô K-2SO. (Adoro Cinema)

E então?

Apesar de ser um filme fora de saga Star Wars, achei Rogue One um bom filme. Não é espetacular, não é algo de outro mundo, mas é um bom filme. Para quem tem acompanhado a saga como um todo, Rogue One trouxe algumas informações importantes sobre a lacuna deixada entre o episódio III e IV (se não lacuna, ao menos curiosidade).

Outro ponto que achei bem interessante foi a participação do Donnie Yen no filme. Para quem sempre viu ele nos filmes como Yip Man, é um tanto quanto engraçado ver ele como um Jedi. Mads Mikkelsen (Hannibal) também foi uma grata surpresa.

Ah, a trilha sonora também é ótima! Aproveitem e vá assistir!

You Might Also Like